terça-feira, dezembro 2

conversa vai...




hoje é um dia que me pede versos

é um dia que eu diria à flor da pele
se não fosse já tão gasta a metáfora
mas não tenho que atender meus desejos
principalmente se sei aonde a estrada me leva
e o quanto de mim pinga na caminhada

a mediação é contudo sempre possível
como este truque também tão velho
de colocar frase sobre frase sobre frase
com coisa que poderia fazer prosa
onde a poesia é também possível e desejável

poesia que não há neste rol de letras
poesia que há sobrando na atmosfera
na lua minguante, onde um outro viu foice
poesia no céu estrelado
e nos aromas que sobem das ruas

hoje é um dia que me pede versos
mas o que me apetece é uma boa conversa
dessas sem compromissos estéticos ou filosóficos 

uma conversa sobre coisas miúdas
quem sabe sobre a melhor técnica para lavar pratos
conversa sem compromisso com o destino do mundo
quem sabe sobre como se deve empunhar uma vassoura
mas não uma metafórica vassoura para limpar a política

a mediação é contudo sempre possível
como este truque também tão velho
de ir dizendo as coisas que digo
dizendo que não as quero dizer
onde a poesia é também possível e desejável
 
poesia que não há nesta fieira de lamúrias
poesia que há sobrando no outro lado da rua
onde uma menina dança sozinha
pelo prazer de viver
 
e de ser uma menina que sabe dançar
enquanto do lado de cá há um homem que nada sabe
um homem iluminado pela tela do microcomputador
empilhando palavras porque pensou
que hoje é um dia que me pede versos.

 

Fred Matos

14 comentários:

Maurício disse...

conversa vai, conversa vem... gostei também deste.

yehuda disse...

o dia pede muito
dá cansaço
um bom papo
é aquele que acontece
por acaso
e poesia está na palavra
nos gestos
nos protestos
no olhar de quem passa
no bicheiro da esquina
e até na mentira
pouco importa se não tem rima
o verso é livre
conosco vive
até o fim do dia

abraço ao poeta amigo

Adriana disse...

Bons poemas e imagens, Fred. " Hoje é um dia que pede versos". Legal.
Abraço.

PS: Obrigada pela visita.

fred disse...

Fico contente, Maurício.
Obrigado.
Abraços

fred disse...

Exatamente, você definiu bem, muito bem. Obrigado, amigo querido.
Abração

fred disse...

Legal que você gostou, Adriana, fico contente. Espero que me visite mais vezes. Obrigado.
Abraço

Casulo Temporário disse...

que belo poema, Fred!

fred disse...

Obrigado, Cecília, fico contente por você gostar, e grato pela leitura e comentário.
Beijos

Shakti disse...

A vida pede verso o tempo todo, em qualquer estado de ânimo, vc sabe fazer da vida um poema.

Essa foto de Amon varrendo é massa!

Bjs e tudo

fred disse...

Outra identidade secreta, Lick?
É uma pena que a foto esteja fora de foco.
Beijão, procê.

Olga disse...

Descobrir seus poemas (perdão pela audácia de dizer que os descobri) está se tornando uma agradável surpresa. É muito bom ver poesia em poemas bem feitos, com uma linguagem impecável e, no entanto, simples de se seguir e de gostar (complicar é tão mais fácil e você descomplica com muita arte). Este seu poema é como um círculo, termina exatamente onde começa, o que me faz sentir que você domina as palavras, apesar da aparente despreocupação, sabendo exatamente de onde parte e para onde quer que o sigamos. Isso exige maturidade do autor, coisa que é também difícil de atingir. Sou leiga em leitura de poema, mas leio primeiramente com o coração e depois não consigo evitar a vontade de entender como o autor fez para trabalhar em palavras seus sentimentos. A forma, a escolha de vocábulos de que você se instrumentaliza são sinceramente cativantes para esta leitora.

Jandira Luna Matos (DILA) disse...

È só uma brincadeira.
Não é vc que quer ter 72 virgens?

Bjs

fred disse...

Ô Olga, se domino tão bem as palavras como você diz no seu comentário, eu não deveria ter a dificuldade que estou sentindo para agradecer a generosidade do seu comentário. Obrigado.
Abraços

fred disse...

Você se zangou, foi Lick?
Se não se zangou, por que fazer referencia ao meu modesto harém?
Não se zangue não.
Eu também estava (estou) brincando.
Te amo.
Beijão.

pesquisar nas horas e horas e meias