domingo, janeiro 4

clique - São João Del Rei


Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar
São João Del Rei (MG)



Foto: Fred Matos



Foto: Fred Matos



Foto: Fred Matos


Rica e esplendorosa a catedral basílica de Nossa Senhora do Pilar é um dos orgulhos da arquitetura religiosa mineira e tem a sua história ligada início do povoamento local. Sob a responsabilidade da Irmandade do Santíssimo Sacramento, começou a construção de uma nova igreja em substituição da capela que teria sido incendiada durante os conflitos da Guerra dos Emboabas em 1709. A licença para esta nova construção é datada de 12 de setembro de 1721. Em 1732 quando as obras já estavam bem adiantadas chegaram de Portugal: ouro em folha, gessos, óleos, tintas e outros materiais destinados à capela-mor. Vieram também dois admiráveis painéis, 'A Santa Ceia' e 'Jesus na Casa do Fariseu'. Para complementar a obra ainda era necessária a forração da igreja, além da colocação de lâmpadas, torre e sinos. “No ano de 1750, a edificação já se encontrava praticamente concluída e ornada como se infere da descrição feita por José Álvares de Oliveira, em sua História do Distrito do Rio das Velhas escrita no mesmo ano. “ (IPHAN) Existe pouquíssima documentação sobre sua construção e os artistas que nela trabalharam. Dos poucos nomes registrados dois se destacam: Francisco Lima Cerqueira, grande construtor português que atuou em São João del Rei e Manuel Vitor de Jesus. Com todas as pompas, próprias da encenação barroca da morte, foram aqui celebradas “as barroquíssimas exéquias” de D. João V em dezembro de 1750, o soberano português havia falecido em 31 de julho. Aqui também se celebrou um Te-Deum em regozijo pelo malogro da Inconfidência Mineira.
Créditos: SETUR/MG

Endereço: Rua Getúlio Vargas
Bairro: Centro

Texto copiado do site:  BrasilViagem.com

12 comentários:

Taiyo Omura disse...

Quem me dera estar em Minas agora...
nas cidades estórias
nas mulheres estóicas
na esquina

viva Minas!

Jo Bittencourt disse...

hum! lugares recheados de lembranças, ai tempo tempo tempo...

beijo, Fred!

Luísa disse...

Fred,

esta arquitectura tem todo o aspecto de ter nla mãos lusitanas, da era dos descobrimentos.Na cidade onde eu moro, há centenas de pessoas emigradas no Brasil. Trouxeram muito do que aí viram para a nossa cidade, nomeadamente algumas das ideias arquitectónicas. Fafe, é um cidadeonde o seu CCB tem cerca de 8 solares contruidos por esses emigrantes.É um centro rico, por sinal.
Um pouquito de história do meu cantinho dormitório!
Beijo

Cris Animal disse...

Fred, desculpa a ausência, mas ainda estou em viagem e com poucas oportunidades para ler meus amigos. Entrei aqui para desejar um 2009 lindo pra vc ! Um ano novo com todo o amor que couber no seu coração.
beijo............Cris Animal

fred disse...

A mim, quem dera, Taiyo,
estar em tantos lugares,
uns nos quais vivi,
outros que ainda não vi,
tantos há no mundo pra trilhar,
mas não me queixo,
não posso me queixar,
de estar aqui onde estou
que não cansa de me encantar.
Abraços

fred disse...

Beijo, Jo
Espero que você possa sempre voltar às boas lembranças
já que não se pode voltar à infância.

fred disse...

As mãos lusitanas estão na arquitetura de todas as cidades históricas do Brasil, Luísa. O Brasil foi colônia portuguesa de 1500 até 1822, mais de três séculos, bem mais tempo que o decorrido de 1822 até hoje.
Obrigado pela visita e comentário.
Beijo

fred disse...

Um belo 2009, Cris.
Espero que curta muito a viagem e que volte sempre com os seus comentários.
Beijo

Flávia disse...

É tão lindo que dá vontade de chorar. Sempre me emociono com lugares assim. Têm uma força que não se explica.

Beijos, moço

Branca disse...

Belíssimas fotos!
Boa semana pra ti,
bjo carinhoso,
Branca.

Annah Paulah disse...

Minas tem bastante patrimônios históricos.O Brasil é repleto, as la te um certa concentração pelo que falam.
Ainda não visitei, mas um dia ainda vou conhecer cada ponto histórico de Minas.
Grande Beijo

fred disse...

Acho que você vai gostar de Minas, Annah.
Obrigado pela visita e comentário.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias