sábado, janeiro 31

então o anjo me disse





"nada é mais belo do que aquilo
que não existe"
Paul Valéry

"nem tudo que não existe é belo"
Alguém lendo este poema

"todo anjo é potencialmente demoníaco"
Alguém já deve ter dito isto




ilustração: Ray Caesar - Ebb Tide


.... então o anjo me disse:

mas antes que eu diga o que disse o anjo
devo dizer que não creio em anjos
ouço-os porque fui educado para ouvir
não necessariamente para crer
nem mesmo para compreender
mas para dedicar toda a atenção possível
a quem queira me dizer algo
independente de motivo ou circunstância

vocês estão certos se imaginam
que isso quase sempre é um martírio
que enfrento com elevada resignação
às vezes até passo mal e penso
que a boa educação é um estorvo
mas não consigo agir de outro modo
fui criado para ser atencioso
e foi por este motivo 
que aquele anjo me disse
que eu estava ficando mal visto
nas hostes celestiais

- quem afinal ele pensa que é
teria resmungado um bispo
ajoelhado ao pé do altar
de um santo que gosta de velas
como o bispo de moedas
cédulas vinhos finos outros luxos
que ficam mais escassos
quando humanos ouvem humanos
sem lhes causar embaraço
sem julgamentos nem penitências

e o santo cujo prestígio
no céu é insofismável
levou ao chefão a queixa
e foi dele que veio o recado:

- ou se comporta como gente
   ou será brevemente fulminado
   pelas linhas tortas que escrevem certo

(o que no caso, eu acho, 
seria escrever errado)

repito que não acredito em anjos
mas de hoje em diante
por via dúvidas 
vou dançar foxtrote baião samba ou tuíste
vou fingir que sou surdo
que sou cego e que não existe
alguém fungando ao meu lado
sempre que me vir forçado
a ouvir conversa de anjo
ou outro qualquer papo-furado


lamentavelmente



Fred Matos
31/1/2009



6 comentários:

Maurício disse...

Gostei muito deste poema, Fred.
Por excesso de trabalho e um pouco de preguiça da virtualidade, fazia muito tempo que não visitava a sua página, mas não apenas a sua, e vejo surpreso que você está a traduzir os contos de Cortázar. Ainda não li. Seguramente farei copy-past porque prefiro ler no papel. Agora fico contigo mais um pouco fazendo hora para ir à night.
Abraços

fred disse...

Eu havia notado a sua ausência, Maurício.
Eu também prefiro ler no papel, sobretudo textos grandes.
Obrigado pela visita, leitura e comentário.
Abraços

Adriana disse...

Gostei também. E, realmente, textos longos são melhores de ser no papel. Bj.

fred disse...

Obrigado, Adriana.
Beijos

Valentim Oliveira disse...

Maravilhoso Fred.
Isto é um poema com uma consonência de fazer pensar o que na realidade é um anjo
boa continuação por essas lindas paisagens Brasileiras.

fred disse...

Obrigado, Valentim.
Grande abraço

pesquisar nas horas e horas e meias