terça-feira, fevereiro 3

lições do ar - 1. a metáfora


breves anotações para uma doutrina da abstração


ilustração: Fred Matos


a transparência como artifício
não de mostrar mas de esconder
pode talvez tornar-se um vício

mas quiçá se possa entender
que a metáfora está no início
no verso oculto que não se lê.


Fred Matos


18 comentários:

manzas disse...

Lindo poema!

Descobri…
Um banco do jardim
Que me segredou
Em poesia…
Aromas que aqui
Encontrou
De paz
E de harmonia...

É bom aqui...estar.

O eterno abraço…

-Manzas-

fred disse...

Obrigado, Manzas.
Grande abraço.

Ca:mila disse...

ou no final, no sentimento pós-leitura.



beijosambas

Verónica Rodríguez Orellana disse...

Precioso un saludo desde esta noite isleña

Sonia Schmorantz disse...

Flores para você

Para você enfeitar o seu dia,

lhe trazer mais alegria

mais paz a cada minuto.

Flores

Para você pensar na vida com mais carinho,

e não se esquecer que por você

carrego o sentimento mais sublime:

A amizade!

Cosmunicando disse...

no verso oculto a linguagem poema...
muito bom, fred!
beijos

Alejandra Menassa disse...

Muy bueno Fred, no dominó el portugués, pero no es dificil leerlo para una madrileña.
Besos y gracias por tu seguimiento

fred disse...

É verdade, Camila.
Obrigado.
Beijo

fred disse...

Desde o continente, no outro lado do mar, o meu agradecimento pela sua visita, leitura e comentário, Verônica.
Beijo

fred disse...

Obrigado, Sonia.
São sempre belas as suas palavras.
Beijos

fred disse...

Obrigado, Mercedes.
Beijos

fred disse...

Imagino que não, Alejandra.
Não domino o espanhol, mas estou a traduzir Cortázar.
Beijos

Adriana disse...

A transparência de seus versos está oculta, mas visível depois de os ler. Muito bom.

fred disse...

Obrigado, Adriana, pela leitura e comentário.
Beijo

Jo Bittencourt disse...

como artifíssil das transparessências,Fred, muito bom!


beijo

fred disse...

Obrigado, Jo.
Fico contente por você gostar.
Beijo

Elis Zampieri disse...

E a beleza (tentadora) de descobrir o que não se vê, e a sutileza (reveladora) de entender o que não se lê.

Bjos (com a admiração de sempre)

fred disse...

Obrigado, Elis.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias