quarta-feira, junho 17

mantra



para Isis, minha filha, que hoje completa 31 anos



este frio que cresce no meu plexo
é léxico de uma língua antiga e rara
almenara tatuada na minha pele

a noite é de lã um manto negro
o meu mais cálido agasalho
de saudades e ausências salpicado

nenhuma palavra perfura o aço
nenhuma açoita o tempo
nenhuma funda a eternidade

mas aquele léxico diuturno
forasteira luz do meu vocabulário
penetra cada fresta do manto

e canto um monótono mantra
trama sânscrita desta escrita
negra etérea noite infinita.


Fred Matos

20 comentários:

Adrianna Coelho disse...


Então parabéns pela beleza da filha e pelo poema... :)

fred disse...

Obrigado, Adrianna.
Beijos

Batom e poesias disse...

"a noite é de lã um manto negro
o meu mais cálido agasalho
de saudades e ausências salpicado"

Isso é mesmo uma saudade infinita como o universo e as estrelas.

Boniteza de poema!
Abç
Rossana

Amélia disse...

Parabéns, papá! J´+a há netos?

fred disse...

Na época que escrevi este poema eu estava morando em Salvador e Isis em Campinas (SP). Sim, sentia muita saudade da minha filhota. Depois fui morar em Belo Horizonte e ela também. Agora ela continua lá e eu em Maceió: outra temporada de saudade.
Obrigado, Rossana, por vir, por ler e por comentar.
Beijos

fred disse...

Não Amélia. Lamentavelmente, não. Parece que os filhos fizeram um complô, pois sabem que vou “estragar” os netos fazendo-lhes todas as vontades. Amon, o primogênito, desconversa quando se fala no assunto. Isis não é adepta de relacionamentos estáveis, e neste caso é melhor mesmo que não tenha filhos. Minha maior esperança reside em Fred, o caçula, mas que está se formando agora e é novo ainda para a responsabilidade.
Fico contente por vê-la aqui.
Beijos

A garota do copo d'gua disse...

tocante... :)

fred disse...

Obrigado, garota....
Beijos

yehuda disse...

filha,o que a gente sente no plerxo? eu como viveria sem ela?
feliz dia para a sua e mais feliz para você!
abraço

Anônimo disse...

Lindo painho!
Te amo muito muito muito, sinto muito orgulho em ser sua filha e todos os segundos sinto sua falta.
Saudades imensas...

Isis Luna Matos disse...

...rs..não sei usar isso aqui, rs...saiu como anonimo!

Muitos beijos

Adriana Godoy disse...

UM LINDO MANTRA PARA UMA FELIZARDA DE TER UM PAI POETA DE QUALIDADE. PARABÉNS A VOCÊ PELO POEMA E A ELA PELO NÍVER. BJ

Fred Matos disse...

Obrigado, Iosif.
Espero que você já esteja bem de saúde.
Abração

Fred Matos disse...

Também sinto muito orgulho de você e te amo muito, filhota.
Só assim pra saber que você também tem blog (risos).
Beijão

Fred Matos disse...

Obrigado, Adriana, em meu nome e no de Isis.
Beijos

Elis Zampieri disse...

Mas um dia os filhos se vão e o coração pulsa lágrimas de saudade.
Curto o meu, que está bem pertinho ainda.

Beijos Fred e bom fim de semana.

Fred Matos disse...

Obrigado, Elis.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Tais Luso de Carvalho disse...

Olá, Fred, lindo esse poema pra sua filha! Estou por aqui lendo mais alguns textos de muita sensibilidade.
bj
tais

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Tais, a visita, leitura e comentário.
Volte mais vezes.
Ótimo domingo.
Beijos

Dayse Sene disse...

Oi Fred!
Vim visitar seu blog e você, é claro.
Blog e autores-poetas são "quase" os mesmos e por que não dizer os mesmo...assim penso eu.
E vi o mantra, feito ai para sua filha.
Já próximo de outro aniversário da filhota, virá mais um, ou as poesias que compomos aos filhos são tantas, que é preferível guardá-las na memória? Pensa assim, ou teremos o privilégio de ler mais um mantra seu?
Quero lhe dizer, que sua filha é uma moça bem bonita...e quanto o seu poema, fez jus a ela.
Um dia lindo para você.
Abraços.

pesquisar nas horas e horas e meias