terça-feira, setembro 15

léxico anoréxico


ilustração: Anke Merzbach


um léxico anoréxico
foi tudo o que restou
na minha pó-poesia.

um complexo plexo
amplia minha neura:

sou filho de feiticeira
fui feito de fantasia.


Fred Matos
publicado em "Anomalias".
Editora Kelps
Setembro/2002

14 comentários:

Lara Amaral disse...

Bela foto e que lindo poema. Tbm li outros abaixo e gostei muito. Uma honra um grande poeta seguir meu blog. Obrigada. Abraços!

nina rizzi disse...

bela imagem ue o poema prescinde. é feito de poesia, meu caro. poesia nua.

um beijo.

Marcos Satoru Kawanami disse...

eu também sou contra o accordo orthographico.

mas não sou filho de feiticeira. e se puser a mãe no meio, eu ponho no meio da mãe!

=D
marcos

Adriana Godoy disse...

Um léxico anoréxico?? Muito criativo...bj

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Lara, pela visita, leitura, comentário e por tornar-se acompanhante do blog.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Nina.
Beijos

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe pela visita, Marcos

Fred Matos disse...

Obrigado, Adriana.
Beijos

myra disse...

que bom " ser feito de fantasia". e de poesia.....si nao, nao poderiamos viver...
um grande abraço,

Fred Matos disse...

A fantasia, a poesia, o amor e as amizades, Myra. Estes são, na minha opinião, pilares fundamentais da vida.
Obrigado, amiga.
Beijos

Talita Prates disse...

Genial!

Parabéns!

Bjo.

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Talita.
Agradeço-lhe a visita, leitura e comentário.
Beijos

BAR DO BARDO disse...

pó & si

a

pós

Natan de Alencar disse...

Por vezes, num lexico anoréxico cabe um oceano...Parabéns!! Obrigado!!

pesquisar nas horas e horas e meias