sábado, setembro 6

amor-próprio

“O amor-próprio é um animal estranho que pode dormir até sob os golpes mais rudes, para depois acordar ferido de morte por um simples arranhão”

 

Alberto Moravia

Em “A Romana”

 

Um comentário:

pirosferacandida disse...

Impossível que essa frase não chame a atenção. Ainda não terminei a leitura do livro, mas têm mais duas - até então - que foram, digamos, de grande efeito na leitura. Um leitor menos preparado, talvez, passasse por cima desta pérola sem a notar com gosto.

pesquisar nas horas e horas e meias