sexta-feira, setembro 19

Maiakovsky e Camões Revisitados - Newton de Lucca





Newton de Lucca ©


transformar a vida
para depois cantá-la
até que seria preferível
não fosse
─ além da voz enrouquecida ─
para tão grande amor tão curta a vida...



poema publicado no livro
"A Drenagem da Escuridão"

ilustração: Adenor Gondim
"Vermelho e Branco"

2 comentários:

Sol disse...

As nossas tão humanas impossibilidades. Gosto do poema, Fred, gosto mesmo muito!
Beijo grande

fred disse...

O Newton de Lucca é um amigo das listas do qual não tenho notícia há muito tempo. Este, e outros poemas dele, está no meu velho site do terra.
Bom recebê-la aqui.
Venha sempre.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias