sábado, outubro 4

ilógica mágica


eternamente
a ampulheta,
por ilógica mágica ,
inverte o eixo
sempre que o seixo
lota o lado cheio .

é assim
porque os sonhos
têm eterna natureza.

reza a lenda
que dormia
na poesia
esta certeza.





Fred Matos
publicado em "Anomalias".
Editora Kelps
Setembro/2002

Não sei quem é o autor da ilustração

6 comentários:

Elis disse...

A areia deslizou, marcando a vida, marcando o tempo... essa mágica me trouxe até aqui.
Uma viagem pela emoção das palavras e das imagens.
Lindo poema, o que mais dizer...

fred disse...

Que bom que você gostou, Elis, fico contente. Obrigado.
Beijos.

Mariana disse...

que lindo, fred.

fred disse...

Obrigado, Mariana.
Beijos

VFS disse...

e o poeta é eterno sonhador.

poema mágico!

fred disse...

Obrigado.
Abração

pesquisar nas horas e horas e meias