sábado, março 7

pedra



foto: Mário Cravo Neto




vêm no vento
aromas inusitados
como se fosse
o universo
colônia de corais
e sons que soam
sinfonia de náufragos
e nuvens
prenhes de sais

mas há mais

há mais que o pó do asfalto
mais que a umidade do mato
mais que crianças nuas
mais que rosas pálidas
mais que palavras duras
mais que a jóia rara

há mais que o sangue derramado
que as angústias humanas
que a embriagues
que a loucura
que os sonhos
que estrelas
que canções
que a lâmina aguda
cravada
na primeira pedra
que caiu da minha mão.




Fred Matos



14 comentários:

glória disse...

que bela alusão ao que rolou que nem pedra, que belo inventário d etantos idílio rompidos e perdidos. Lembra do Edú Lobo no "seu cordão da saideira"? "Hoje nào tem dança, nào tem mais menina de trança, nem cheiro de lança no ar..." Teus escritos são nostalgicamente de um tempo presente. Eu amei teu blog. abraço.

Bruna Mitrano disse...

nossa...muito bom. sei nem o que dizer.

Amélia disse...

É sempre bom ler-te ou reler-te, amigo.Um dia bom para ti.

ma grande folle de soeur disse...

pujante e consistente como uma pedra..

fred disse...

Agradeço-lhe, Glória, pela visita, leitura, comentário e por tornar-se acompanhante do nas horas e horas e meias. Já fui ao "linhas ao vento", gostei muito e agora também estou acompanhando-o.
Beijos

fred disse...

Ê Bruna, faz um tempão que não te vejo aqui. Que bom que você veio. Obrigado, amiga.
Beijos

fred disse...

Querida Amélia,
É sempre bom saber da tua amizade.
Obrigado.
Beijos

fred disse...

Agradeço-lhe, ma grande folle de soeur pela leitura e comentário.
Beijos

Adriana disse...

"há mais que o sangue derramado
que as angústias humanas" há muito mais na sua poesia. Lindo. Bj

Biba disse...

Fred, é minha primeira visita mas o seu poema me conquistou. Concordo com a Glória nessa alusão ao que rolou que nem pedra. Muito bom. Aguarde mais visitas.
Beijo
Carpe Diem!!!

fred disse...

Adriana,
Os seus comentários sempre me comovem pela generosidade.
Obrigado.
Beijos

fred disse...

Serás sempre muito bem vinda, Biba.
Agradeço-lhe por vir, por ler, por comentar.
Beijos

Cris Animal disse...

Há mais....bem mais do que vc possa imaginar que realmente tenha escrito.
Complicado mesmo isso...definir o que o "outro" vai apreciar.
Lindo poema...
Há mais...bem mais em uma pedra!
beijo grande
.................Cris Animal

fred disse...

Obrigado, Cris.
Beijo

pesquisar nas horas e horas e meias