quinta-feira, junho 4

a utilidade da poesia


foto: Fred Matos


perguntaram-me
um dia

“qual a utilidade da poesia?”

mas dela própria
a resposta
se ouvia:

“para nada sirvo,
se sou só soluço ou silvo:
voz da ilusão.”

eu poderia ter dito.

interditem-me,
calem-me:
de que valho?

e ela ecoaria:

“para nada
se nada pára
para ouvir-te
a servidão”


Fred Matos.


20 comentários:

Adriana Godoy disse...

Fred, interessante a construção de seu poema. A poesia é útil? Respondam os que dela vivem e os que sentem, os que choram, os que se encantam. Belo, poeta. Beijo.

ma grande folle de soeur disse...

Qual é a utilidade de tudo o resto?

nina rizzi disse...

caralho. é um dos melhores poemas que já li.

na porta de um dos banheiros da univeridade onde estudei tinha uns escritos assim. pra queimar tudo.. que de nada tinha valido, nem matado a fome e nem parado guerras e um monte de coisas assim. general lung. e aqui no ceará são famosos os cordéis de seu lunga, ô sujeitinho mais gororante.

beijo, fred :)

e sim, juro, pasme, a verificação é: unutil.

Mirse disse...

Lindo Fred!

Perguntam-me sempre, mas eu jamais teria essa resposta lancetada à mão!

Só os verdadeiros poetas como você tem a capacidade de transcrever, (ainda bem) pos nosotros.

Belíssimo!

Beijos

Mirse

Ariane Rodrigues disse...

A, ai, não sei se a poesia tem algum pragmatismo, mas é lindo isso...

Nanda Assis disse...

que lindo. a poesia é a terapia mais perfeita que existe.
bjosss...

fred disse...

Obrigado, Adriana.
De fato: o que é útil para uma pessoa poder ser inútil para outra, e vice-versa, ou versos.
Beijos

fred disse...

Ótima pergunta: ma grande folle de soeur

Obrigado por vir, ler e comentar.
Beijos.

fred disse...

Você é mesmo muito exagerada, Nina, e isso me deixa contente.
Obrigado.
Beijos

fred disse...

Obrigado, Mirse.
Essa é uma pergunta recorrente e até demorei para dar a minha resposta.
Agradeço-lhe a visita, leitura e comentário.
Beijos

fred disse...

Obrigado, Ariane, por vir, ler e comentar.
Beijos

fred disse...

Eu partilho da sua opinião, Nanda.
Obrigado pela visita, leitura e comentário.
Beijos

Batom e poesias disse...

Perguntem-me qual a utilidade de estar vivo?
A servidão será idêntica.

Gostei tanto...
Bjs
Rossana

Tania Nascimento disse...

Fred, a poesia para mim é tão útil quanto o ar que respiro.

Tipo; Deus - o Criador - para mim, é a mais pura e genuína poesia...

Beijos, Taninha

fred disse...

Para mim também, Rossana.
Obrigado
Beijos

fred disse...

Também para mim, Taninha.
Grato.
Beijos

myra disse...

é isto mesmo, estou de acordo, gostei muito, muito,
um abraço,

On The Rocks disse...

feliz daquele que saca a poesia dentro de si mesmo.

abs

fred disse...

Obrigado, Myra.
Deixa-me contente a sua leitura e comentário.
Beijos

fred disse...

Obrigado, Tarcísio.
A sua visita, leitura e comentário me deixam muito contente.
Abração

pesquisar nas horas e horas e meias