quinta-feira, setembro 17

micrograma



não sei quem é o autor da foto



hermética música
há no silêncio da lágrima
que salga o mar





Fred Matos
em "Eu, Meu Outro"
Maio/1999

20 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Um poemeto para dialogar com o seu micrograma:

O SAL DA PAISAGEM

As ondas do mar
e a música do silêncio
na areia da praia.

Um grande abraço.

betina moraes disse...

fred,

que belo!

Hercília Fernandes disse...

Mais um belo miúdo, poetíssimo!

Lágrima que salga o mar... imagem altamente poética.

Beijos :)
H.F.

Sonia Schmorantz disse...

A imagem já é um lindo poema!
abraço

Wania disse...

Quantas palavras cabem no silêncio de uma lágrima...

Lindo "micrograma", Fred!
Vale muito mais do que pesa...

Bjinho

BAR DO BARDO disse...

preciso - e necessário...

conta-gotas para a dor...

Natan de Alencar disse...

Parece até que ouvimos a música..Inspirado!

Fred Matos disse...

Delícia, Zé Carlos.
Obrigado.
Abração.

Fred Matos disse...

Obrigado, Betina. Fiquei muito contente pela sua visita, leitura e comentário.
Beijos

Fred Matos disse...

Pois é, Hercília, eu sempre achei que o mar era salgado por conta das lágrimas das mulheres dos marujos e das noivas dos guerreiros e aventureiros que nunca voltam, mas isso é outra história, e outro poema.
Obrigado, poetamiga.
Beijos

Fred Matos disse...

Eu acho mais bela que o poema, Sonia.
Obrigado por vir, ler e comentar.
Beijos

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Wania.
Obrigado.
Beijos

Fred Matos disse...

Sua visita, leitura e comentário, faz-me sempre muito contente, Henrique.
Grato.
Grande abraço.

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Natan, pela visita, leitura e comentário generoso.
Grande abraço.

Batom e poesias disse...

Sal no salobro é salubre?

Micrograma salgadinho e dolorido.

Um beijo
Rossana

Fred Matos disse...

É insalubre, Rossana.
Grato pela visita, leitura e comentário.
Beijos

lírica disse...

Fred
A foto é bonita, mas o poema é mar dos mais cristalinos, lindo!
Bj
Lírica

Fred Matos disse...

em vindo de quem vem
lírica dos mais sutis haicais
ajoelho e peço os sais

e agradeço comovido.

beijos

Adriana Godoy disse...

Uau...lindo!! Bela essa imagem. Inspiração pura, Fred. Beijo.

Fred Matos disse...

Obrigado, Adriana.
Que bom que você gostou.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias