sexta-feira, outubro 30

convite para jantar



ilustração: Bernard Faucon - La neige qui brule

mandei lavar a seco
as lágrimas laranjas
que usarei no jantar

será servido um pato
cujo assunto preferido
é perpendicular

virão alguns fantoches
os políticos e um poste
que sabe conversar

foram duzentos convites
começa às vinte e vinte
sem hora pra acabar

espero que todos se lembrem
que se querem a ceia quente
não podem se atrasar

eu sei o que se sente
quando na casa de gente
banqueteiam-se marajás

mas mesmo assim fiquei triste
pois me parece que existe
uma que vem pra dançar

não se trata de ciúmes
mas ela que não se acostume
a vir pros lados de cá

eles vão tratar de negócios
de política e doutros troços
que não me deixam escutar

mas eu sei que é trapaça
quando à mesa se reúnem
para confraternizar

políticos e empreiteiros
gente que só pensa em dinheiro
gente que só pensa em se armar

se pudesse eu faria algo
pra acabar com a safadeza
mas quem vai acreditar

em denúncia de esposa
que além de tudo trepa
com quem o marido mandar?

até que faço com gosto
só me aborreço um pouco
quando não me esperam gozar

mas o meu marido pensa
que eu concordo apenas
pra não o contrariar

a conversa até que está boa
mas o tempo não corre, voa
e eu preciso me arrumar

as louças já estão limpas
as lágrimas sujas de tinta
as rimas é que vão me matar.


Fred Matos


24 comentários:

Marília Marques disse...

blog legal. Posso passar horas e horas e meias! Abraço!

Lara Amaral disse...

Poesia popular é sempre uma surpresa boa de detalhes e riqueza.

Adorei, Fred.

Bom feriadão!

Fred Matos disse...

Para mim será um imenso prazer que passe, Marília. Aliás, que fique.
Agradeço-lhe por vir, ler e comentar.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Lara.
Fico contente por você gostar.
Ótimo feriadão também pra você.
Beijos

Úrsula Avner disse...

Olá Fred, texto poético inusitado com pitadas de surrealismo. Gostei ! Um abraço e bom fds.

Alexandre da Fonseca disse...

Boa noite!! Gostei do poema e do seu blog, sucesso e muita paz...abraços

Marie disse...

Perfeita poesia. Adorei

myra disse...

Fred, voce é fantastico!!!é um genio de metaforas...
um abraço

Adriana Godoy disse...

Gostei desse poema com um toque popular, um toque fantástico, e por aí vai. Daria pra fazer uma bela e triste música. Beijo.

Desmanche de Celebridades disse...

Metaforicamente criativo. Gostei bastante daqui.
Abraços.

Fred Matos disse...

Obrigado, Úrsula: seus comentários sempre me deixam contente.
Ótimo feriadão.
Beijos

Fred Matos disse...

Alexandre,
Agradeço-lhe pela visita, leitura, comentário e por tornar-se acompanhante do blog.
Volte sempre!
Ótimo feriadão.
Grande abraço

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Marie. Agradeço-lhe. Espero que venha sempre.
Ótimo feriadão.
Beijos

Fred Matos disse...

Se você diz nem precisa ser verdade, Myra: já é motivo suficiente para me deixar muito contente.
Obrigado.
Beijos

Fred Matos disse...

É um poema de rimas fáceis, Adriana, que eu me obriguei a por um ponto final porque fui sendo levado pelo ritmo e por associações de idéias que até pensei ser impossível parar, mas os convidados já estavam chegando para o jantar.
Que bom que você gostou.
Ótimo feriadão.
Beijos

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe a visita, leitura e comentário, Desmanche de Celebridades . Volte sempre.
Abraços

Marcos Satoru Kawanami disse...

a redondilha e o terceto combinaram com o tema.


coisa mais safada foi esta:

"se pudesse eu faria algo
pra acabar com a safadeza
mas que vai acreditar

em denúncia de esposa
que além de tudo trepa
com quem o marido mandar?"


=D
marcos

Fred Matos disse...

Foi, Marcos, e, notando bem, vejo que preciso editar o post: trocar o "que" por "quem", neste verso: "mas que vai acreditar".
Bom feriadão.
Grande abraço

Mari Amorim disse...

Fred,
neste poema você estava possuído por Jorge Amado,não é possível!(risos)
Cada parágrafo,uma emoção.
grande abraço
Mari

Alma Mateos Taborda disse...

Precioso poema y muy bello el blog. Aplausos!! Un abrazo.

Viva Alves disse...

Blog muito interessante. Deixarei algumas horas minhas aqui,

Beijo

Fred Matos disse...

Será que estava, Mari? (risos).
Agradeço-lhe por vir, ler e comentar.
Beijos

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Alma, pela visita, leitura, comentário e por passar a acompanhar o blog. Espero que venha sempre.
Beijos

Fred Matos disse...

Deixa-me muito contente, Viva. Espero que sim, que passe muitas horas e horas e meias no blog, e que sejam momentos agradáveis.
Obrigado.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias