domingo, outubro 18

horário de verão



ilustração: Salvador Dali

subvertendo as estações,
mal começa a primavera,
faz-se horário de verão,
que para meu desconsolo
me rouba a hora de sono
onde sempre sonho mais,
porque do último sonho
são meus versos matinais.




Fred Matos
publicado em "Anomalias".
Editora Kelps
Setembro/2002

22 comentários:

Zana disse...

nas horas e horas e meias em horário de verão...sonhando.
Beijos.

Fred Matos disse...

Ainda bem que fiquei livre dele desde que me mudei pra Maceió, mas mesmo assim ainda se sofre influência, principalmente porque os bancos mudam o horário para adequarem-no ao das suas matrizes.
Obrigado, Zana, pela visita, leitura e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Lara Amaral disse...

Adorei este poema! Ainda bem que não estudo mais de manhã, porque acordar às cinco é fogo. Ainda mais para quem gosta de dormir tarde.
Bjos.

Tânia Meneghelli disse...

Também adorei esse poema!!!!!!

Um montão de beijocas, Fred!

Marcos Satoru Kawanami disse...

para mim sempre foi normal desde criança, o que vale são os ponteiros do relógio.

eu dou pra ser astronauta?


o.O
marcos

Wania disse...

Fred, que amor esta tua escrita!!!
Para um poeta, tudo rende poesia!


...fiquei mais tranqüila depois que li nos comentários que moras em Maceió, pois roubar justo a última hora do teu sono em que tu mais sonhas... iria nos privar de conhecer teus lindos versos matinais... e isso seria um crime!!!!


Bjs e boa semana pra ti


PS: tive uma idéia, me empresta teu poema um pouquinho? (com os devidos créditos, é claro)... vou levar ele ali para Porto Alegre e depois te trago de volta.
Depois passa lá para ver se tu gostas...

Fred se isso te zanga me avisa que eu retiro sem problemas, ok?
Nossa amizade é mais que isso, tenha toda a liberdade comigo!

Fred Matos disse...

Esta é também a minha zanga com o horário de verão, Lara: gosto de dormir tarde e, por necessidade do trabalho, sou obrigado a levantar cedo. Quando escrevi este poema havia horário de verão em Salvador. Depois o enfrentei em Belo Horizonte. Agora, aqui em Maceió, estou livre dele.
Obrigado.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Fico contente por você gostar, Tânia, também pela visita, leitura e comentário.
Ótima semana.
Beijocas

Fred Matos disse...

Pois é, Marcos, tem gente que se adapta rapidamente às mudanças, além das que adoram o horário de verão.
Talvez dê, mas só a NASA, ou outra agência espacial, poderá lhe dar certeza. (risos)
Ótima semana.
Grande abraço

Fred Matos disse...

Claro que não me zango, Wania: considero sempre como um elogio a divulgação dos meus textos e mesmo quando são parodiados.
Depois passo lá para conferir.
Mais uma vez, agradeço-lhe a visita, leitura e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Cris Animal disse...

Fred, enlouqueceram o tempo!

Não curtimos mais as estações e as estações estão enlouquecidas. Efeito das obras humanas.

Não gosto desse horário de verão; aliás, não gosto de horários....rs...mas o homem insiste em marcar tempo!

beijo

Ariadna Garibaldi disse...

Eu odeio horário de verão e não acredito que ele faça o que se propóe com ele: economia de energia; Aqui no nordeste, graças a Deus, estamos livres, mas ainda assim somos atingidos, por causa do horário bancário que termina às 03 da tarde! Sinceramente? Não há propaganda governamental que me convença que o Brasil precisa realmente desse horário. Amei o poema.

Bjos

Ada

Fred Matos disse...

Também não gosto de horários, Cris, mas como faríamos para viver sem algo que nos indicasse o tempo para cumprir tarefas e promover os encontros? O relógio é um mal necessário.
Quanto à mudança das estações: a situação está cada dia mais dramática. A natureza há de encontrar mecanismos de equilíbrios, sim, mas talvez a humanidade consiga destruir-se antes que isso ocorra.
Obrigado por vir, ler e comentar.
Ótima semana.
Beijos

tonhOliveira disse...



Ora horas!

Quando chegar o verão verei! ahahah

Acelerei!

Abraços!

Fred Matos disse...

Os técnicos dizem que há uma economia de aproximadamente 5% da energia consumida nos horários de "pico", mas isso só tem importância na hipótese de que o consumo no horário de pico esteja no limite da capacidade de geração e eu não sei se isso está ocorrendo agora. Caso o consumo no pico não esteja alarmante a economia não significa nada, porque se perde a energia gerada que não é consumida, com ou sem horário de verão.
Razões técnicas à parte: eu não gosto.
Obrigado, Ada, pela visita, leitura e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Acelerou e chegou, Tonho.
Contente por receber a sua visita, leitura e comentário.
Grande abraço

Mirse Maria disse...

Lindo Fred!

E fez um bel´[issimo diáslogo com o da Wania!

Pelo menos para isso serve o horário de verão!

Beijos

Mirse

Fred Matos disse...

Obrigado, Mirse.
Sim, ficou ótimo o diálogo.
Beijos

BAR DO BARDO disse...

quantas horas

Fred Matos disse...

Aqui 21:03
No sul maravilha 22:03
Grande abraço

Cosmunicando disse...

me identifiquei totalmente, fred... sofro demais com o horário de verão:)
bjos

Fred Matos disse...

Então estou bem acompanhado, Mercedes.
Agradeço-lhe a visita, leitura e comentário.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias