sexta-feira, dezembro 4

ponto de vista



Ilustração: "Point of View" - Donato Buccella


dos frutos da árvore além dos muros do deserto
restam apenas lembranças de cores e de aromas
e a leve intuição de sabores jamais confirmados
na sopa de pedras que iludia a fome insaciável

as árvores pareciam alcançar o dossel de astros
que a noite trazia para enfeitar meu sítio infértil
e eu me lanhava escalando o muro inalcançável
na esperança de alcançar os frutos do inefável

e outra fome havia ainda maior e mais dolente
fome que eu não sabia que era a fome de ser gente
como eram todas as gentes que eu não conhecia

um dia, porém, que foi o mais belo de todos os dias
dei as costas para o muro e me vi maravilhado
com a beleza que havia onde eu nunca havia olhado.


Fred Matos

18 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

chega um dia em que o vivente tem de parar de levar tudo por trás, né?

Fred Matos disse...

É, Marcos, tem.
Ou de olhar pra trás e descobrir que tem estado na direção errada.
Contente com a sua visita, leitura e comentário.
Ótimo fim de semana.
Grande abraço

Paula Werner Severo disse...

muito linda esta foto!.. seu blog esta muito gracioso!

Lara Amaral disse...

Quanta beleza encontramos na simplicidade de se olhar a nossa volta.

Adorei seu "ponto de vista".

Beijos.

Sônia Silvino disse...

Olá, Fred!
Vim te visitar e agradecer por participares do meu blog Resgatando emoções. Seja sempre bem-vindo! Quando tiveres um tempinho, conheça meus outros blogs. Cada um é de um estilo. Passe lá!
Teu poema é muito lindo e verdadeiro. A gente perde muita coisa na vida por várias razões. Inclusive, por falta de interesse de viver intensamente.
Abraços e um ótimo fim de semana!

myra disse...

meu querido Fred, a coisa importante é Saber Ver....
beijos,

Adriana Godoy disse...

enxergar sob outro foco é uma arte. seu poema é uma arte. a imagem linda. beijo.

Wania disse...

Fred

Às vezes, o lado "B" é mais bonito...


Quanta sabedoria encontro nestes teus lindos versos poéticos!
Delícia começar meu dia te lendo!

Bjão carinhoso pra ti

Graça Pires disse...

Iludir a fome.
"olhei noutro sentido e pude, deslumbrado, saborear enfim o pão da minha fome". Lembrei de Torga.
Um beijo.

Fred Matos disse...

Obrigado, Paula.
Não se surpreenda de encontrar uma hora destas uma das suas belas fotos ilustrando um dos meus poemas, claro que com o devido crédito e se você não se opuser.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Lara.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Conhecerei os outros também, Sônia. Eu que agradeço pela sua visita, leitura e comentário.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Claro que sim, Myra.
Obrigado, amiga.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Pois é, Adriana. Há pessoas que se fixam tanto em conquistar o inacessível que acabam deixando de atingir o possível, que, além disso, muitas vezes, é bem melhor que o impossível.
Agradeço-lhe por vir, ler e comentar.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Wania.
Delícia é receber comentários com este seu.
Ótimo fim de semana.
Beijos.

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Graça pela visita, leitura, comentário e citação de Torga, que eu não conhecia.
Ótimo fim de semana.
Beijos

SONHADORA disse...

QUANTAS E QUANTAS VEZES, A BELEZA ESTA A NOSSO LADO...
E NOS ESTAMOS A OLHAR NO SENTIDO OPOSTO...

BASTA SABERMOS OLHAR

VOU SEGUIR
BEIJO

Fred Matos disse...

Obrigado, Sonhadora.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias