segunda-feira, janeiro 4

ardil da saudade


” tua carne-ardil,
uma pequena vinha —
a voz-gemido,
o âmago do vinho”

Bruno Prado


Foto: Fred Matos


trouxeste-me na pele
um peixe tatuado
nos olhos o verão
maça nos lábios

deixaste-me pássaros
cativos nas coxas
mas levaste-me a sombra
na tua trouxa

anjos e serpentes
com asas encarnadas
deixam nos espelhos
girassóis e vinho

e no âmago da carne
um verso que arde
uma voz que geme
o ardil da saudade


Fred Matos

24 comentários:

Priscila Manhães disse...

Ficou lindo, Fred!
Posso postar?
Um beijo

Fred Matos disse...

Claro que pode, Pri.
Agradeça por mim ao Bruno, pois foi o ótimo poema dele que me inspirou.
Beijos procê
Abração pra ele.

Flávia Ruiz disse...

Adorei o Post, belíssimo como tantos outros!
Também pesso licença para postar na minha página, adoraria divulgar a poesia, ainda mais que tão bela quanto a sua, seria um prazer para mim!
Bjos e tenha uma semana iluminada pela Luz Divina!

Ju Fuzetto disse...

Texto Lindo!!!!!!!!


Adorei


beijo

Fred Matos disse...

Flávia,
Você pode postar, tanto este, quanto qualquer outro poema meu. Peço-lhe somente que me avise quando o fizer para que eu não perca a oportunidade de "babar a cria".
Envaidece-me o interesse e a divulgação do meu trabalho.
Agradeço-lhe por vir, ler e comentar.
Ótima semana pra você também.
Beijos

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Ju. Deixa-me muito contente.
Obrigado.
Ótima semana.
Beijos

Lou Vilela disse...

Passando para atualizar a leitura...

Feliz 2010, Fred!

Abraços,
Lou

Alline disse...

Muito bom gosto o seu, viu?
Ousadia na medida certa.
Bravo!

Sônia Silvino disse...

Fred!
Gosto muito do seu estilo!
Bjkas!!!

O Importante é você gostar...Acredite disse...

Muito lindo!

L. Rafael Nolli disse...

Olá, Fred! Bacana os poemas, há um diálogo possível entre eles. Muito interessante! Abraços.

BAR DO BARDO disse...

... erótico ou elegíaco ou os dois...

bbbooommm...

Fred Matos disse...

"Passando para atualizar a leitura..."

Correndo porém o risco de desatualizar-se, Lou. (risos).

Ótimo 2010 pra você também.

Grato por vir e comentar.

Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Alline. Deixa-me contente que você goste.
Beijos

Fred Matos disse...

Isso me deixa muito contente, Sônia.
Obrigado.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Jacqueline.
Beijos

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe pela visita, leitura e comentário, Rafael.
Abração.

Fred Matos disse...

Henrique,

O mérito é do Bruno Prado. Veja o poema inteiro do qual tirei os versos que me inspiraram:


Transplantar
o transfinito corpo desmedido

insuflar
toda a fúria
em sal-suspiro —

tua carne-ardil,
uma pequena vinha —

a voz-gemido,
o âmago do vinho

um leopardo rubro,
em cântaros; vil felídeo —

a adentrar fundo:

os lábios ao sulco;
o sumo de teu vinho


Agradeço-lhe pela visita, leitura e comentário.

Grande abraço

Tainã Steinmetz disse...

Lindoo *_*

Fred Matos disse...

Obrigado, Tainã: fico contente por você gostar.
Beijos

Bia Monteiro disse...

Olá Fred...
Demorei... mas voltei...
Vc sabe como são esses festejos de fim de ano, neh
Tomam totalmente o tempo da gte...
Mas eu num poderia deixar de vir aki
E desejar a vc um 2010 mil vezes melhor do q o ano q se passou...
Que todos os seus planos e objetivos sejam concretizados ao longo desse novo ano...
Tdo de bom pra vc sempreee!
Bjooos
=)

Malu disse...

Tão belos poemas por aqui...
Gosto sempre de vir porque encontro palavras que adocam a acidez dos dias.
Obrigada por partilhar os sentimentos do mundo e do amor que brotam em teu coração
Beijinhos

Fred Matos disse...

Sei como é, sim, Bia, mas o importante é vê-la aqui novamente e ter a oportunidade de agradecer-lhe por vir, por ler, comentar e pelos votos que retribuo.
Beijos

Fred Matos disse...

Pois venha sempre, Malu.
Obrigado.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias