domingo, maio 9

condição





ilustração: Miró
"Carnival of Harlequin"


o cão abanava seu raio de sol
quando a moça
labareda de cores na cabeça
procurou no espelho cego
vestígios do que não fora

de outro ego que era quimera
mas que jamais esquecera

o mar que a tudo assistira
julgou que era um equívoco
uma moça de tanta beleza
procurar a que jazia
nas névoas do inconsciente

uma que não se exibia
mas de libido incontrolável

o espelho que não decifrara
o que a moça esperava dele
alternava na alucinada face
feições de inúmeras espécies
de flores
de ninfas
de aves
de peixes

mas nenhuma imagem exibia
aquela que a moça queria

quando a lua trouxe o vento
juntou aleatoriamente
os cacos em que se partira
a moça de olhos marítimos
com cobiça de cortesã

mas o seu âmago escorrera
para o córrego do amanhã

amanhã ainda estará
o cão abanando seu raio
moços e moças sonhando
um futuro que ficou no passado
um futuro que é só ilusão

mas é esta a única estrada
é esta a nossa condição



Fred Matos

36 comentários:

patricia disse...

Fred, siempre es tan grato recorrer tus poemas, una delicia!
que tengas una muy buena semana.
un abrazo fuerte.

Sandra Botelho disse...

E tudo será como antes...
Belo poema. Bjos achocolatados

Rodrigo Della Santina disse...

Bom poema, meu caro, e igualmente o tema escolhido! Gostei!
Grande abraço,

Fred Matos disse...

Você sempre muito generosa, Patricia. Agradeço-lhe. Que seja ótima a sua semana também.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Sandra.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Rodrigo.
Fico contente que goste.
Ótima semana.
Abração

Fabiana Alves disse...

Belo poema, caro amigo! Essa pintura de miró é a minha preferida.
Abraço com carinho!

Mila disse...

Amei a poesia Fred..."uma que não se exibia mas de libido incontrolável"
Esxitem muitas de nós assim..
Bjs
Mila

dade amorim disse...

E fica sempre a pergunta - até quando?

Que bom que voltou!

Beijo.

Fred Matos disse...

Sempre me deixa contente receber a sua visita, Fabiana.
Obrigado.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Existem sim, Mila, mas não me cabe juízo de valor, apenas a reportagem.
Grato pela sua visita, leitura e comentário.
Ótima semana
Beijos

Fred Matos disse...

Creio que até o fim dos tempos, Adelaide: é da condição humana.
Sempre bom te rever.
Obrigado, querida.
Ótima semana.
Beijos

Deia disse...

Fred, quanto dessa moça eu via em mim quando era mais jovem. Olhando e querendo enxergar o que minha cabeça mandava, evitando ver o que o coração, carinhosamente, me mostrava. Lindo poema, obrigada pela visita no meu blog e de minha filha! Já estou lhe seguindo também! Um beijo, Deia

Adriana Godoy disse...

Que beleza, Fred, é bom vc estar de volta e com um poema dessa qualidade. Uma viagem linda com questões relevantes. Beijo.

Eu Reflexo d'Alma e Meus Reflexos disse...

Ei Fred!
Seu texto deixou meu coração repleto de uma alegria que nem sei
descrever.
Sou grata por momentos únicos
dessa forma.
Volto para passear
e me encantar mais.
Bjins entre sonhos e delírios

Valéria disse...

No final, sempre tem um condição.

BeijooO'

Fred Matos disse...

"quanto dessa moça eu via em mim quando era mais jovem."

Deia,
Eu creio que em alguma medida, umas pessoas mais, outra menos, ninguém está imune das ilusões do ego.
Deixa-me contente que tenha vindo e comentado, bem como que passe a acompanhar o blog.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Adriana.
É sempre bom receber a sua visita e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

"Seu texto deixou meu coração repleto de uma alegria que nem sei
descrever."


Isso me deixa muito contente e agradeço-lhe pelo comentário.

Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Sempre, Valéria, não há como ser diferente, somos, ao mesmo tempo, vítimas e autores das condições humanas.
Agradeço-lhe por vir e comentar.
Beijos

BAR DO BARDO disse...

es
paço de an
gústia

Fred Matos disse...

Sim, sou, Henrique.
Ou melhor, tenho um poço delas onde às vezes vou buscar algumas para vestir com metáforas, quando não exibi-las nuas das justificativas desnecessárias com que se costumam enfeitarem-nas.
Contente com a sua visita e comentário.
Ótima semana.
Abração

myra disse...

que posso te dizer? voce é um grande das metaforas, um poeta que adoro!e a imagem de Miro, otimo!
e obrigada pelo teu comentario
um gde beijo

Fred Matos disse...

Você sempre me deixa muito contente, Myra.
Obrigado.
Ótima semana.
Beijos

Mirze Souza disse...

Belíssimo, Fred!

Um poema sem fim. Li e reli e continuei com vontade de reler.

Quem sabe, amanhã...quando o cão novamente abanar o rabo, o mar assistir.....

Parabéns e apleusos!

Beijos

Mirze

Fred Matos disse...

Obrigado, Mirse. É sempre bom receber a sua visita, leitura e comentário.
Beijos

Andréa Silveira disse...

Mto legal! Adoro Miró! Bjs!

http://meuprojetopiloto.blogspot.com

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Andréa.
Agradeço-lhe por vir e comentar.
Beijos

myra disse...

bom dia, e tantos obrigadas pelo teu comentario no "entaovamospensar"!!!!
ja voltou da viagem na Italia?
beijos

nikol disse...

magnifico e interesante blog.grxias por pasar por el mio,SALUDOS DESDE
ESPAÑA Y desde http://ttarotymas.blogspot.com

Rodrigo Della Santina disse...

Caro Fred,
passo aqui hoje apenas para lhe informar que escolhi seu blog como um dos quinze grandes blogs que conheço a receber o selo "Prêmio Dardos".
Visite este meu post: http://rodrigoepoesia.blogspot.com/2010/05/selo-premio-dardos.html, e tenha todas as informações acerca do prêmio.
Abraço,
Rodrigo Della Santina

Fred Matos disse...

Voltei, sim, Myra. Foi uma ótima viagem: adoramos todas as cidades que visitamos.
Beijos

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Nikol. Espero que me visite sempre.
Obrigado.
Beijos

Fred Matos disse...

Fico comovido pela sua escolha, Rodrigo, recebo o prêmio contente, mas não se aborreça por não passar adiante e por não cumprir as regras.
Grande abraço

Maria Vieira disse...

belo. muito. me deixou certa melancolia. angústia. sei lá.
beijo.

Fred Matos disse...

Que seja breve a melancolia, Maria, mas que sejas sempre presente aqui no blog.
Grato.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias