domingo, maio 23

veneza



foto: Fred Matos


diz-me veneza
que mar é este
e porque navegas
se não és peixe?


30 comentários:

Ana Claudia Guedes disse...

Que lindo!

Deia disse...

Existe alguma visao mais proxima do que deve ser o paraiso, do que ver Veneza de um de seus canais? Linda foto, Fred! Beijos, Deia

Delirius disse...

Fred, perdoa as minhas ausências...!
Me emocionei pelo carinho..., 'bigada! :)

... e aqui com este poema à bela Veneza..., me deixaste sorrindo!...
Nem sei que dizer!...
Mas sei que entendes o meu sorriso!...
Deixo meu beijo :)

Fred Matos disse...

Que bom que você gostou, Ana Claudia.
Agradeço-lhe pela visita e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Bem poucas, Deia. Felizmente uma delas esta bem próxima: a Praia da Pescaria em Ipioca, Maceió.
Grato pela visita e comentário.
Beijos

Fred Matos disse...

Obviamente a sua ausência foi sentida, Delirius, mas você não precisa se desculpar.
Agradeço-lhe por vir e comentar.
Ótima semana.
Beijos

Alessandra Almeida disse...

Deve ser uma beleza visitar Veneza, rimou, mas parando de gracinhas, li um livro sobre Veneza, se chamava "O soprador de vidro", amei a história e o local em que se passa mais ainda.

Beijos, Alessandra.

Fred Matos disse...

É uma beleza sim, Alessandra.
Em 1291, todos os cristaleiros de Veneza foram obrigados a mudar-se para Murano, um arquipélago de sete pequenas ilhas na Lagoa de Veneza, devido ao risco de incêndio, pois, naquela época, a maioria dos edifícios de Veneza era construída em madeira. Desde então Murano tornou-se sinônimo da arte com vidro e cristal. O cristal aventurine foi inventado na ilha e, durante algum tempo, Murano chegou a ser o maior produtor de cristal da Europa.

Agradeço-lhe pela visita e comentário.
Volte sempre.
Ótima semana.
Beijos

tossan® disse...

Que d´vida maravilhosa e foto também. Abraço

Mila disse...

Olá!
Veneza é tudo de bom...
Bjs
Mila

Crissant disse...

Adorei a indagaçao!!!
Belas palavras acompanhadas com uma imagem exuberante!
Abraço!

Fred Matos disse...

Obrigado, Tossan: foi uma pena que nos dias que passamos em Veneza o céu estava constantemente leitoso, influência, creio, da núvem de cinzas vulcânicas que encobria um imenso pedaço do céu da Europa, inclusive o Norte da Itália.
Ótima semana.
Grande abraço

Fred Matos disse...

Para passear é um ótimo lugar, Mila, apesar de muito caro. Para morar, nem pensar.
Obrigado pela visita e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Vindo de uma fotografa do seu naipe, "imagem exuberante" é um elogio e tanto.
Obrigado, Crissant.
Ótima semana.
Beijos

Rodrigo Della Santina disse...

Gostei do poema, meu caro: de comover.
Abraço,

ma grande folle de soeur disse...

soou-me bem ...soou-me a Veneza :)) baci tanti

Fred Matos disse...

Bondade sua, Rodrigo: não é lá grandes coisas, mas agradeço-lhe a generosidade.
Ótima semana.
Abração

Fred Matos disse...

Foi o que me ocorreu, Lucília.
Grato por vir e comentar.
Ótima semana.
Beijos

dade amorim disse...

Veneza é um sonho que se vive. Linda foto, e um poema que desenfeita aqueles chavões quando se fala de lá.
Abração e um beijo.

Fred Matos disse...

Obrigado, Adelaide, pela visita e comentário.
Este mérito eu reconheço no poema: foge dos chavões.
Não é muito, mas é alguma coisa.
Ótima semana.
Beijos

myra disse...

esta em Venezia! linda foto! nao sei como està agora mas qdo eu estive là, muitos anos atràs era uma maravilha...parece que està em perigo...muita agua que caiu...e cai sem parar, igual que aqui aonde estou!
Obrigada, meu amigo pelo teu comentario...
um abraçO!

Fred Matos disse...

Não, Myra, há mais 20 dias que estou de volta ao Brasil.
Agradeço-lhe pela visita e comentário.
Ótima semana.
Beijos

Moni. disse...

Linda imagem...sensível questionamento.

Poema de efeito, Fred!
Adorei!

Beijos e ótima semana!

Fred Matos disse...

Obrigado, Moni.
Deixa-me contente que goste, por vir e comentar.
Ótima semana
Beijos

anima.art disse...

Venecija... romantika... san...

Fred Matos disse...

Sim, pareceu-me uma cidade romântica, amiga.
Grato pela visita e comentário.
Beijos

Mirze Souza disse...

Olá Fred!

Assim somos, não é? Mares que navegam e nem sequer somos peixes.

Amei Vezeza!

Beijos

Mirze

Fred Matos disse...

Mirze,

Ou, como canta Paulinho da Viola: "não sou eu quem me navega, quem me navega é o mar"

Grato por vir e comentar.
Beijos

Geraldo de Barros disse...

e para onde ela vai que nos leva também =)

um abraço,
G.

Fred Matos disse...

Essa é uma preocupação, Geraldo.
Até onde estou informado o Mar Adriático vem aumentando paulatinamente o volume de água na Lagoa de Veneza e, com isso, a cidade, que está edificada em um arquipélago no interior da lagoa, está, literalmente, afundando à razão de seis centímetros em cada década.
Ressalvo, mais uma vez, que talvez a informação que tenho esteja desatualizada, mas ela dá conta de que existe um projeto de construir comportas gigantescas, a um custo astronômico, para controlar o volume de água no interior da lagoa. Além do custo, aponta-se o risco de aumentar drasticamente a poluição nos canais, onde é despejado o esgoto da cidade. Atualmente o movimento das marés é que faz a limpeza dos canais.
Agradeço-lhe pela visita e comentário.
Grande abraço

pesquisar nas horas e horas e meias