quinta-feira, outubro 15

canção vespertina



foto: Fabio Chizzola


sob a sombra
morna da tarde
a luz mais clara


linho
cambraia

nuvem

solidão


Fred Matos

14 comentários:

On The Rocks disse...

fred,

gostei da resposta que você deu sobre meu comentário no último post.
massa!

e do poema também (rsrss)

abs

Fred Matos disse...

Bom que você gostou, Tarcísio.
Obrigado.
Abração

Lara Amaral disse...

Fred, poeta engenhoso.
Bom passar por aqui e começar o dia com um belo poema. Beijos. Bom final de semana!

myra disse...

como sempre, otimo!!!
abraço e minha amizade que començou atraves de meu irmao...

Beta disse...

É um belo poema, Fred. Tantos outros aqui, por desvendar. É o que farei, prosseguindo nas leituras. Um abraço!

Kanauã Kaluanã disse...

Belíssimo.
Uma construção feita como quem pega essências de singelezas para bordar um corpo de texto.

Sobre o teu comentáio no Kanauã Kaluanã...

Fred, a Kátia Drummond foi das mais belas descobertas que já tive nos últimos tempos. Sua poesia tem tudo que mais admiro num(a) escritor(a).
Como pode verificar, meu blog "transborda-a" por todos os lados - com sua permissão - o que me é um privilégio. Ela tem posto de honra na minha lista poética preferida.

Ainda em relação à sua prima, eu usaria sem reservas esta frase: "É quem eu queria ser quando crescer."

Obrigada pela visita.

Um abraço.

Katyuscia.

A Moni. disse...

Eu adoro essas realidades mascaradas de contradições...

Era tarde, clara e morna, mas que o frio implacável da solidão exigia lã, linho, cambraia...

A eterna busca pelos corações aquecidos.

Lindo, Fred!
Um abraço!

BAR DO BARDO disse...

poucas palavras

múltiplos signos

polígonos

Fred Matos disse...

Bom é receber comentário com a generosidade do seu, Lara.
Obrigado.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Amizade que me causa muito orgulho, Myra, como me causava a de Iosif.
Obrigado.
Beijo

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe pela visita, leitura e comentário. Beta.
Espero que tenha gostado também dos outros textos e que volte sempre.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

A poesia de Kátia é efetivamente de altíssimo nível, ela tem uma melodia rara, Katyuscia, e você tem bons ouvidos.
Fiquei contente por receber a sua visita e pela generosidade do comentário.
Volte sempre.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

Sua leitura atenta me deixou comovido, Moni. Obrigado.
Ótimo fim de semana.
Beijos

Fred Matos disse...

para bom
1/2 basta
diz o di
e eu concor
agrade
e te abra
caro henri

pesquisar nas horas e horas e meias