quarta-feira, novembro 11

bom ofício


foto: Emil Schildt



Fosse eu, Narciso ou marinheiro,
perdido no mar ou num espelho,
cujo grito ecoasse no seu seio,
romperia, pé a pé, cada horizonte
para me prostrar ao pé do monte,
onde são seus braços cordilheiras.

Afogar-me-ia em ondas gigantes,
nas vagas vis onde de ti distante
perdi o rumo, a nau, a vida inteira,
para me entregar ao bom ofício
de aplacar, do teu corpo, o vício
do coito louco sem eira ou beira.




Fred Matos
publicado em "Ins
Piração Erótica"
Editora Literarte
Março de 2000

18 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

É um belo poema, cheio de paixão!
Um abraço

Hercília Fernandes disse...

Fred,

esse poema caiu feito luva em mim...
Eu que me volto a espelhos, naus e cordilheiras dessa mesma ordem...

Lindíssimo, amei!

Beijos :)
H.F.

myra disse...

bom dia Fred, belo, como todos,
beijos,
P.S sabe. da uma olhada no meu blog, um amigo virtual fez uma coisa linda para mim, isto é escreveu...fico muito contente..

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Sonia, pela visita, leitura e gentil comentário.
Beijos

Fred Matos disse...

É um poema muito velho, Hercília, que foi publicado em uma Antologia de poemas Eróticos em 2000.
Fico contente por você gostar.
Obrigado.
Beijos

Fred Matos disse...

Obrigado, Myra. Já estou indo ao "PAROLE".
Beijos

Marcos Satoru Kawanami disse...

acho que eu tô ficando broxa, achei o poema mais divertido do que a mulher.

entenda isso como um elogio, a você, ou a minha esposa.


=D
marcos

Fred Matos disse...

Entenderei como elogio tanto à sua mulher quanto ao poema, Marcos, e agradeço-lhe pela parte que me toca.
Grande abraço

Adriana Godoy disse...

Putz! Muita paixão e desejo.belo poema, Fred, se fora eu a musa...

Fred Matos disse...

Quase sempre são imaginárias as minhas musas, Adriana. Neste poema, por exemplo, foi.
Agradeço-lhe por vir, por ler e por comentar.
Beijos

Deusa disse...

olaaaaaaaaaa...
vim aqui te visitar
gostei do que vi e gostei do que li tambem..rs
Um Abraço Apertado

Fred Matos disse...

Agradeço-lhe, Deusa, pela visita, leitura, comentário e por passar a acompanhar o blog.
Espero que volte sempre.
Beijos

nina rizzi disse...

fred, lindo-lindo :) totalmente ellenístico. as metáforas muito bem construídas, assim como a colocação das palavras. demais!

uh, e que imagem, hein!

um beijo.

Fred Matos disse...

Obrigado, Nina. Deixa-me contente que você goste.
Beijos

Mirse Maria disse...

Sempre me furto em comentar poemas eróticos. Até porque não sei op que falar.

Mas esse, tavez pelo nível do poeta, é singelo e lindo de sentir e interpretar.

Parabéns, Fred!

Beijos

Mirse

Fred Matos disse...

Entendo a sua dificuldade, Mirse, pois sinto dificuldade para escrevê-los temendo que caiam no chulo, conquanto às vezes tenha vontade de escrever uns bem soezes, daqueles de fazer corar o capeta.
Agradeço-lhe por vir, ler e comentar.
Beijos

Ianê Mello disse...

Sensual e delicado...

Muito belo, Fred!

Beijos.

Fred Matos disse...

Obrigado, Ianê.
Beijos

pesquisar nas horas e horas e meias